Santos FC e ACNUR firmam parceria para inclusão de pessoas refugiadas

Clube da Vila Belmiro e Agência da ONU para Refugiados anunciam parceria que prevê indicação de pessoas refugiadas para atividades de inclusão social no Santos e promoção do tema do refúgio em campanhas conjuntas de comunicação

Parceria Santos e ACNUR
Parceria Santos e ACNUR (Foto: Reprodução site Santos FC)

247 - O Santos FC anunciou nesta quinta-feira (23) parceria com a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), que prevê o apoio do ACNUR para a capacitação dos profissionais do clube e a indicação de pessoas refugiadas para atividades de inclusão social.

Entre as atividades, o acesso de crianças refugiadas às escolas de futebol oficial do Santos em todo o Brasil (são 60 unidades franquiadas em 13 unidades da federação), assim como a promoção do tema do refúgio em campanhas conjuntas de comunicação.

“É preciso olhar com serenidade e sensibilidade para as histórias de vida de pessoas refugiadas. Queremos aproveitar nossa condição de O Maior Brasileiro do Mundo para, em parceria com o ACNUR, abrir as portas de nosso país para estas pessoas, para que se sintam acolhidas e respeitadas”, disse José Carlos Peres, presidente do Clube.

“O ACNUR enxerga o esporte como uma ferramenta fundamental de desenvolvimento pessoal e integração social, reforçado pela convivência e espírito de coletividade entre seus participantes”, afirmou Jose Egas, Representante do ACNUR no Brasil.

Como pontapé inicial da parceira, 11 crianças refugiadas de diferentes nacionalidades entrarão em campo com os jogadores na partida contra o Red Bull Bragantino, hoje (23), às 19h15, na Vila Belmiro, na estreia do Peixe no Campeonato Paulista 2020.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247