São Paulo ultrapassa marca de 10 mil mortos pela Covid-19 e maioria das vítimas são idosos

Levantamento do jornal O Estado de S. Paulo aponta que 55,8% das mortes na capital paulista eram de pessoas com 70 anos ou mais. As vítimas fatais com idades entre 60 e 69 anos representavam 21,4% e as da faixa etária de 40 a 59 anos, 19%

Familiares de mulher que morreu vítima da Covid-19 choram durante enterro em cemitério Vila Formosa, em São Paulo
Familiares de mulher que morreu vítima da Covid-19 choram durante enterro em cemitério Vila Formosa, em São Paulo (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A cidade de São o Paulo ultrapassou nesta semana a marca de mais de 10 mil mortes desde o início da pandemia do novo coronavírus e o total de óbitos registrados na capital paulista é superior ao do Chile, Alemanha e África do Sul. Um levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo, com dados contabilizados até o dia 29, quando o município registrava 9.752 registros de mortes confirmadas, aponta que 55,8% dos falecimentos eram de pessoas com 70 anos ou mais. As vítimas fatais da Covid-19  com idades entre 60 e 69 anos representavam 21,4% e as da faixa etária de 40 a 59 anos, 19%. As crianças com menos de um ano e adultos até 24 anos correspondiam a 0,5% das mortes. 

Segundo a reportagem, o perfil dos mortos pela Covid-19 em São Paulo é semelhante à conjuntura nacional. A maioria das vítimas são homens (5.525), 56,7% do total. As mulheres representam 43,3% dos óbitos registrados no período (4.225). 

Quando classificados por raça/cor, os registros apontam para a morte de 5.938 brancos, 913 pretos, 220 amarelos, 2.326 pardos e 7 indígenas. Outros 348 óbitos não registravam esta . Somados, os pretos e pardos correspondem a 33,2% do total de falecimentos decorrente da doença na capital paulista. 

Em relação a geografia, a reportagem destaca que os 25 distritos com maior número de mortes estão localizados longe do centro da cidade e totalizam4.109 óbitos (42,1% do total). Sapopemba, Jardim Ângela, Brasilândia e Capão Redondo são os locais de maior ocorrência de óbitos relacionados à Covid-19. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247