Secretaria vai pedir reintegração de colégio

A Secretaria Estadual de Educação deve entrar com um pedido de reintegração de posse do Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes, na Ilha do Governador, na zona norte do Rio; a escola está ocupada há mais de uma semana por alunos que apoiam a greve dos profissionais de educação, parados desde 2 de março; de acordo com a pasta, a escola está sendo ocupada por cerca de 100 pessoas, entre alunos da escola, universitários e representantes de movimentos sociais; a secretaria afirmou que a ocupação está impedindo que 2.300 alunos tenham acesso à educação e que professores tenham direito ao livre exercício da profissão

A Secretaria Estadual de Educação deve entrar com um pedido de reintegração de posse do Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes, na Ilha do Governador, na zona norte do Rio; a escola está ocupada há mais de uma semana por alunos que apoiam a greve dos profissionais de educação, parados desde 2 de março; de acordo com a pasta, a escola está sendo ocupada por cerca de 100 pessoas, entre alunos da escola, universitários e representantes de movimentos sociais; a secretaria afirmou que a ocupação está impedindo que 2.300 alunos tenham acesso à educação e que professores tenham direito ao livre exercício da profissão
A Secretaria Estadual de Educação deve entrar com um pedido de reintegração de posse do Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes, na Ilha do Governador, na zona norte do Rio; a escola está ocupada há mais de uma semana por alunos que apoiam a greve dos profissionais de educação, parados desde 2 de março; de acordo com a pasta, a escola está sendo ocupada por cerca de 100 pessoas, entre alunos da escola, universitários e representantes de movimentos sociais; a secretaria afirmou que a ocupação está impedindo que 2.300 alunos tenham acesso à educação e que professores tenham direito ao livre exercício da profissão (Foto: Leonardo Lucena)

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

A Secretaria Estadual de Educação deve entrar com um pedido de reintegração de posse do Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes, na Ilha do Governador, na zona norte do Rio de Janeiro. A escola está ocupada há mais de uma semana por alunos que apóiam a greve dos profissionais de educação, parados desde 2 de março.

Segundo a Secretaria de Educação, a escola está sendo ocupada por cerca de 100 pessoas, entre alunos da escola, universitários e representantes de movimentos sociais. Ainda de acordo com a secretaria, a ocupação está impedindo que 2.300 alunos tenham acesso à educação e que professores tenham direito ao livre exercício da profissão.

Ontem, um dos estudantes que participam da ocupação, o aluno do 3° ano do Ensino Médio, Michel Policeno, disse que o movimento defende a melhoria da qualidade da educação pública. “Essa pauta é uma pauta de toda a sociedade. No começo, alguns alunos e professores pensavam que a ocupação era por baderna, para não estudar. Hoje, contamos com o apoio de todos aqui, pois perceberam que esse é um assunto de todos. Nosso ensino está sofrendo muito descaso. Estamos lutando por um sistema de qualidade, que forme cidadãos. Isso tem que ser frisado”, disse em entrevista à Agência Brasil.

A Secretaria informou que, por enquanto, não há necessidade de pedir reintegração de posse da outra instituição que aderiu à mobilização: o Colégio Estadual Gomes Freire, na Penha, na zona norte. A secretaria considera que a direção e os alunos ainda estão em processo de diálogo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247