Sérgio Cabral é denunciado pela Lava Jato por corrupção passiva e ativa

Procuradores da Lava Jato afirmam que "Sérgio Cabral solicitou, aceitou promessa e efetivamente recebeu vantagem indevida para exercer o seu cargo com especial atenção para os interesses privados" do dono da construtora Macadame, Maciste Granha de Mello Filho

(Foto: Tânia Rêgo - ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, foi denunciado pela Lava Jato do Rio de Janeiro nesta quarta-feira (16), desta vez por corrupção passiva e ativa. Além do ex-governador, seu operador financeiro, Luiz Carlos Bezerra, e o dono da construtora Macadame, Maciste Granha de Mello Filho, também foram denunciados. Maciste foi denunciado ainda por organização criminosa.

Segundo a denúncia, o dono da construtora teria efetuado pelo menos oito pagamentos entre 2011 e 2017 à organização criminosa, totalizando mais de R$ 550 mil. 

Macadame tinha contratos com o Departamento de Estradas e Rodagens (DER/RJ) do governo do Rio para executar obras públicas. Somente com a construção da rodovia RJ-125, a empresa recebeu R$ 118 milhões.

Procuradores da força-tarefa da Lava Jato do Rio dizem que "Sérgio Cabral, no exercício do seu mandato como governador do Estado do Rio de Janeiro, solicitou, aceitou promessa e efetivamente recebeu vantagem indevida para exercer o seu cargo com especial atenção para os interesses privados do denunciado Maciste Granha de Mello Filho".

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247