Técnica de enfermagem que não aplicou vacina no Rio pode ser condenada a 12 anos de prisão

A técnica de enfermagem Rozemary Gomes Pita pode pegar até 12 anos de prisão pelo crime de peculato, que prevê punição a crimes contra a saúde pública, por fingir vacinar idoso de 90 anos em Niterói (RJ)

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Fórum - A técnica de enfermagem Rozemary Gomes Pita, responsável pela “vacinação fake” de um idoso de 90 anos, prestou depoimento à Polícia Civil na última terça-feira (16) e, nesta quinta-feira (18), o delegado responsável pelo caso, Luiz Henrique Marques Pereira, disse ao portal G1 que a mulher pode pegar até 12 anos de prisão pelo crime de peculato, que prevê punição a crimes contra a saúde pública.

[...]

Rozemary foi demitida pela secretaria municipal de Saúde de Niterói e o inquérito sobre a “vacinação fake” foi finalizado pela polícia e encaminhado à Justiça.

[...]

Na esteira desses casos de “vacinação fake”, o deputado Ricardo Silva (PSB-SP) protocolou na Câmara, na última semana, um projeto de lei que torna crime a conduta de simular a aplicação de vacina.

Leia a íntegra na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email