Temer autoriza uso das Forças Armadas para o Rio

O presidente Michel Temer autorizou o uso das Forças Armadas no Rio de Janeiro para auxiliar o policiamento das ruas em meio à mobilização das mulheres de policiais militares, iniciada na última sexta-feira; o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, se reuniu com Temer no Palácio do Planalto para discutir o assunto; o governo trabalha no planejamento da ação para decidir quantos militares serão enviados ao estado ou deslocados para essas atividades

O presidente Michel Temer autorizou o uso das Forças Armadas no Rio de Janeiro para auxiliar o policiamento das ruas em meio à mobilização das mulheres de policiais militares, iniciada na última sexta-feira; o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, se reuniu com Temer no Palácio do Planalto para discutir o assunto; o governo trabalha no planejamento da ação para decidir quantos militares serão enviados ao estado ou deslocados para essas atividades
O presidente Michel Temer autorizou o uso das Forças Armadas no Rio de Janeiro para auxiliar o policiamento das ruas em meio à mobilização das mulheres de policiais militares, iniciada na última sexta-feira; o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, se reuniu com Temer no Palácio do Planalto para discutir o assunto; o governo trabalha no planejamento da ação para decidir quantos militares serão enviados ao estado ou deslocados para essas atividades (Foto: Leonardo Lucena)

Paulo Victor Chagas – Repórter da Agência Brasil

O presidente Michel Temer autorizou o uso das Forças Armadas no Rio de Janeiro para auxiliar o policiamento das ruas em meio à mobilização das mulheres de policiais militares, iniciada na última sexta-feira. O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, se reuniu com Temer nesta segunda-feira (13) no Palácio do Planalto para discutir o assunto.

No momento, o governo trabalha no planejamento da ação para decidir quantos militares serão enviados ao estado ou deslocados para essas atividades. Também estão sendo estudados os locais em que atuarão e a data de início das ações, prevista inicialmente para amanhã (14). A autorização é a mesma concedida na semana passada para uso das tropas no Espírito Santo, onde familiares de policiais impediram a saída de viaturas em forma de protesto.

Nesta manhã, no centro do Rio, manifestantes acampadas bloquearam a saída do prédio do Batalhão de Choque, onde funcionam unidades como o Batalhão de Policiamento em Grandes Eventos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247