TJ absolve cunhado de Ana Hickmann por morte de homem em BH

O empresário Gustavo Corrêa, cunhado da apresentadora Ana Hickmann, foi absolvido pelo TJ-MG. De acordo com os três desembargadores, Gustavo agiu em legítima defesa ao disparar três tiros na nuca de Rodrigo Augusto de Pádua, fã de Ana Hickmann. Ele morreu em hotel de Belo Horizonte

247 - O empresário Gustavo Corrêa, cunhado da apresentadora Ana Hickmann, foi absolvido nesta terça-feira (10) pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais. De acordo com os três desembargadores, Gustavo agiu em legítima defesa ao disparar três tiros na nuca de Rodrigo Augusto de Pádua, fã de Ana Hickmann. Ele morreu em hotel de Belo Horizonte. Cabe recurso à decisão do TJ, que, no entanto, é mais difícil de reverter, já que a decisão foi unânime.

Em maio de 2016, a apresentadora, Gustavo e a esposa dele, que era assessora de Ana, estavam em um quarto de hotel quando foram abordados por Rodrigo, que se apresentou como fã. Gustavo é irmão do marido de Ana Hickmann.

Rodrigo afirmou que foi ao hotel armado porque fora bloqueado das redes sociais da apresentadora. Ele fez as três pessoas como reféns em um quarto e, segundo Corrêa, fez ameaças com o revólver. Após o desmaio da apresentadora, Rodrigo ficou irritado e atirou na direção dela, acertando Giovana.

Depois do tiro, Corrêa saltou sobre Pádua para tomar a arma e fez uma luta corporal ele. Conseguiu tomar o revólver e disparar três tiros na nuca do invasor, que morreu.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247