TRF-2 manda soltar Picciani, Paulo Melo e Albertassi, mas eles seguirão presos

Apesar da decisão, prisão dos ex-deputados Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi será mantida por causa da operação Cadeia Velha

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A 1ª Turma Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2 ) derrubou nesta quarta-feira, 11, por dois votos a um, a prisão preventiva dos ex-deputados Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, que foram presos na operação Furna da Onça, junto com outros deputados.  

Segundo o jornal O Globo, como eles estão presos também por conta da operação Cadeia Velha, na prática, eles continuarão com medidas de restrição de liberdade. Picciani está em prisão domiciliar por conta de problemas de saúde. Segundo colunista Lauro Jardim, Paulo Melo poderá progredir para o regime semiaberto, por decisão do juiz da Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro, Rafael Estrela. 

A operação Cadeia Velha ocorreu em novembro de 2017, apurou pagamentos de propina pela Fetranspor e teve Picciani, Albertassi e Paulo Melo como alvos. A Furna da Onça expandiu as investigações da Cadeia Velha, aconteceu um ano depois e levou outros sete deputados para a prisão. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247