TSE suspende prisão domiciliar de Garotinho

Decisão do Tribunal Superior Eleitoral na noite desta terça-feira (26) suspendeu a prisão domiciliar do ex-governador do Rio, Anthony Garotinho; por quatro votos a dois, os ministros do TSE acataram o habeas corpus impetrado pela defesa do ex-governador; a medida suspende todas as ações cautelares impostas pela 100a Zona Eleitoral, inclusive a proibição de Garotinho de se manifestar sobre o processo

30/09/2014 - Debate com os candidatos ao governo do Rio de Janeiro na Rede Globo de televisão. Anthony Garotinho Foto: Inácio Teixeira/ Coperphoto
30/09/2014 - Debate com os candidatos ao governo do Rio de Janeiro na Rede Globo de televisão. Anthony Garotinho Foto: Inácio Teixeira/ Coperphoto (Foto: Charles Nisz)

Rio 247 - O Tribunal Superior Eleitoral suspendeu a prisão do ex-governador Anthony Garotinho na noite desta terça-feira (26), informa o advogado de Garotinho, Carlos Azeredo.

No julgamento do mérito do habeas corpus impetrado pela defesa de Garotinho, todas as medidas cautelares impostas pela 100a Zona Eleitoral foram suspensas, incluindo a proibição de Garotinho falar sobre o processo. Quatro ministros votaram a favor da concessão do habeas corpus e dois ministros, contra.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247