Vacina chinesa contra Covid-19 começa a ser testada pelo Instituto Butantan em SP em 20 de julho

Segundo o governador de São Paulo, João Doria, a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela empresa chinesa SinoVac começará a ser testada ainda este mês e os os estudos serão liderados pelo Instituto Butantan

Recipientes com adesivo "Vacina Covid-19"
Recipientes com adesivo "Vacina Covid-19" (Foto: REUTERS/Dado Ruvic)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Eduardo Simões, Reuters - A potencial vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela empresa chinesa SinoVac começará a ser testada no Brasil no dia 20 de julho, disse nesta segunda-feira o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Os estudos serão liderados pelo Instituto Butantan, vinculado ao governo paulista, e contarão com 9 mil voluntários em 12 centros de pesquisa localizados, além de São Paulo, em outros quatro Estados e no Distrito Federal.

Doria afirmou que o recrutamento dos voluntários começará na segunda-feira da próxima semana e que aqueles que participarão dos testes clínicos serão profissionais de saúde.

A candidata a vacina da SinoVac está na Fase 3, a última dos testes em humanos e que visa determinar a eficácia da imunização. O acordo do Butantan com a empresa chinesa prevê a transferência de tecnologia para produção local da vacina, caso se prove eficaz contra a Covid-19.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email