Valente dispara: decisão de Toffoli é uma vergonha

"Toffoli suspende investigação sobre Flávio Bolsonaro. O próprio Queiroz já confessou por escrito parte dos crimes. Decisão do Toffoli é uma vergonha, um prêmio para corrupção e revela mais uma vez a seletividade no uso da Justiça", afirmou o deputado Ivan Valente (PSOL-SP)

(Foto: Luis Macedo - Agência Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) bateu duro no presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, pela decisão de suspender as investigações sobre as movmentações financeiras atípicas de Fabrício Queiroz, assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) quando o parlamentar era deputado estadual. 

"Toffoli suspende investigação sobre Flávio Bolsonaro.  O próprio Queiroz já confessou por escrito parte dos crimes.  Decisão do Toffoli é uma vergonha, um prêmio para corrupção e revela mais uma vez a seletividade no uso da Justiça", afirmou o pessolista no Twitter. "Depois de todas as revelações de como a Justiça foi instrumentalizada na LJ (Lava Jato), no atropelo da lei, agora vem o Toffoli e protege na cara dura, mesmo com provas robustas de corrupção, o filho do presidente. STF coagido, é inaceitável que alguns estejam fora do alcance da lei", acrescentou.

A pedido do filho do presidente Jair Bolsonaro, Toffoli suspendeu todos os inquéritos que tramitam em todas as instâncias da Justiça que tenham partido de dados detalhados compartilhados por órgãos de controle, como o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), sem prévia autorização judicial.

O Coaf detalhou, por exemplo, hora e data de cada depósito de R$ 2.000 feito entre junho e julho de 2017. Foram no total 48 depósitos, somando R$ 96 mil.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247