Valente: Guedes deixa o povo à mercê das oscilações do mercado internacional

O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) também destaca que o gás, o diesel e a gasolina "subiram muito acima da inflação". "A alta do dólar tem efeito direto. Pagamos a conta do neoliberalismo de Bolsonaro e Guedes", afirmou

(Foto: Agência Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) criticou Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, após o reajuste de 5% no gás de cozinha. O aumento vale para todos os tipos de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP): residencial, comercial e industrial, vendido em botijões de 13 a 90 quilos.

"Gás de cozinha 5% mais caro. A política de Guedes deixa os brasileiros à mercê das oscilações do mercado internacional. Gás, diesel e gasolina subiram muito acima da inflação. A alta do dólar tem efeito direto. Pagamos a conta do neoliberalismo de Bolsonaro e Guedes", escreveu o parlamentar no Twitter.

"Após as reformas necessárias ao capital resta aos analistas de mercado torcer.  A economia tem que crescer e gerar empregos, para confirmar as teses de que mercado livre é bom para todos.  Como o essencial não foi feito (distribuir renda) resta fazer figa e festeja 1% no PIB", disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247