Valente: O povo rejeita a sabujice ridícula de Bolsonaro a Trump

Deputado Ivan Valente (PSOL-SP) bateu duro em Jair Bolsonaro, após a pesquisa Datafolha apontar que 66% dos brasileiros rejeitam a política de submissão do governo aos EUA. "Bolsonaro diz ser 'apaixonado' por Trump. A sabujice ridícula não é bem aceita pela população, como aponta o Datafolha", disse

(Foto: Luis Macedo - Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) bateu duro no presidente Jair Bolsonaro, após a pesquisa Datafolha apontar que 66% dos brasileiros rejeitam a política de submissão do governo aos Estados Unidos. O levantamento foi divulgado em reportagem da Folha de S.Paulo nesta segunda-feira (5).

"Bolsonaro diz ser 'apaixonado' por Trump. A sabujice ridícula não é bem aceita pela população, como aponta o Datafolha. A maioria do povo também rechaça o nepotismo descarado do presidente, tendo a indicação do filho para a Embaixada do Brasil nos EUA", escreveu o parlamentar no Twitter.

O congressista também repercutiu a fala de Bolsonaro sobre o ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello. O jurista considerou inconstitucional a medida provisória em que o governo retirava da Fundação Nacional do Índio (Funai) a demarcação de terras indígenas.

"Fui esculachado. Pela maneira como fui tratado, dói no meu coração. Ele interferiu na autonomia do Poder Legislativo", reclamou Bolsonaro (veja aqui).

Valente repudiou a declaração do presidente. "Bolsonaro magoou c/ Celso de Mello e disse q foi esculachado, porque o ministro disse q o presidente degrada o parlamento, viola a Constituição e escala o autoritarismo. É pouco, Bolsonaro é um mentiroso contumaz, e rstimula ódio, preconceito e a intolerancia. É um perigo p/a democracia".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247