Valente pede cassação de deputado do PSL

"O deputado do PSL do ES, Capitão Assumção, ofereceu da tribuna da Assembleia dez mil reais para quem mandasse matar um homem acusado de assassinato. Lógica bolsonarista: para punir um crime, cometa outros dois crimes (incitação e homicídio). Este deputado deve ser cassado!", afirmou o deputdo federal Ivan Valente (PSOL-SP)

(Foto: Luis Macedo - Câmara)

247 - O deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) alertou para a influência de Jair Bolsonaro sobre parlamentares do Brasil e criticou o deputado estadual Capitão Assumção (PSL-ES), que, em discurso no plenário da Assembleia Legislativa capixaba, ofereceu R$ 10 mil para quem matar um suspeito de assassinar uma jovem no município de Cariacica, no interior do estado.

"O deputado do PSL do ES, Capitão Assumção, ofereceu da tribuna da Assembleia dez mil reais para quem mandasse matar um homem acusado de assassinato. Lógica bolsonarista: para punir um crime, cometa outros dois crimes (incitação e homicídio). Este deputado deve ser cassado!", escreveu o parlamentar no Twitter.

Em seu discurso, Assunção afirmou: "A jovem lá assassinada lá, quero ver quem vai correr atrás para matar esse vagabundo. R$ 10 mil daqui do meu bolso para mandar matar esse vagabundo. Eu tiro do meu bolso quem matar esse vagabundo. Não vale localizar o cara, tem que trazer o cara morto, aí eu pago".

O discurso dele se alinha com o de Bolsonaro, que já defendeu várias vezes a pena de morte para traficantes. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247