Velódromo do Parque Olímpico é entregue no Rio

Há exatos 40 dias do início dos Jogos Olímpicos, praça esportiva foi entregue ao Comitê Rio 2016 na manhã deste domingo (26); uma das nove arenas do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, a instalação vai sediar as competições de Ciclismo e Paraciclismo de Estrada; pista de 250m foi totalmente construída com pinho siberiano importado da Alemanha e é a mais moderna do país; após os Jogos, o Velódromo funcionará como parte do Centro Olímpico de Treinamento, destinado a atletas profissionais além de receber ainda projetos sociais

Há exatos 40 dias do início dos Jogos Olímpicos, praça esportiva foi entregue ao Comitê Rio 2016 na manhã deste domingo (26); uma das nove arenas do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, a instalação vai sediar as competições de Ciclismo e Paraciclismo de Estrada; pista de 250m foi totalmente construída com pinho siberiano importado da Alemanha e é a mais moderna do país; após os Jogos, o Velódromo funcionará como parte do Centro Olímpico de Treinamento, destinado a atletas profissionais além de receber ainda projetos sociais
Há exatos 40 dias do início dos Jogos Olímpicos, praça esportiva foi entregue ao Comitê Rio 2016 na manhã deste domingo (26); uma das nove arenas do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, a instalação vai sediar as competições de Ciclismo e Paraciclismo de Estrada; pista de 250m foi totalmente construída com pinho siberiano importado da Alemanha e é a mais moderna do país; após os Jogos, o Velódromo funcionará como parte do Centro Olímpico de Treinamento, destinado a atletas profissionais além de receber ainda projetos sociais (Foto: Realle Palazzo-Martini)

Há exatos 40 dias do início dos Jogos Olímpicos, o Velódromo Olímpico do Rio foi entregue ao Comitê Rio 2016 na manhã deste domingo, dia 26. Uma das nove arenas do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, a instalação vai sediar as competições de Ciclismo e Paraciclismo de Estrada.

A pista de 250m foi totalmente construída com pinho siberiano importado da Alemanha e é a mais moderna do país. Este tipo de material potencializa a velocidade do ciclista ao oferecer menor quantidade de emendas graças às suas fibras longas e retas, conferindo ainda mais emoção às provas.

Desde o último sábado (25) até a próxima segunda (27), 34 atletas brasileiros e estrangeiros participam de um teste da área de competição. Gael Suter, ciclista da Suíça que já está classificado para a competição, aprovou a instalação e a chance de conhecer o local antes das provas oficiais.

“O velódromo está ótimo! A pista está em ótimas condições, bem rápida. Foi importante poder testar antes para conhecer. Acho que bons tempos serão feitos aqui, estou ansioso para competir nas Olimpíadas”, garantiu.

Diretor de Jogos Olímpicos do Comitê Olímpico Internacional, Cristopher Dubi, fez coro. “Eu gostei. O principal, que é a parte dos atletas, está muito bom. O que vocês veem aqui reflete o que vão ver durante os Jogos. Temos todos os atletas aqui, e é disso que se trata. Estamos com brasileiros e suíços testando a pista e temos um retorno muito positivo”, elogiou.

Após os Jogos, o Velódromo funcionará como parte do Centro Olímpico de Treinamento, destinado a atletas profissionais além de receber ainda projetos sociais, eventos nacionais e internacionais. No centro da pista serão instalados equipamentos para prática de taekwondo, esgrima, boxe e levantamento de peso.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247