Witzel: "Bolsonaro é quem deve se preocupar com uma prisão"

Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), afirmou que o desejo de Jair Bolsonaro, de que ele seja preso, “não acontecerá“ e que "quem tem que estar preocupado com uma prisão, sinceramente, com todo o respeito, pela avaliação que faço como jurista e como juiz que fui, não sou eu"

Jair Bolsonaro e Wilson Witzel
Jair Bolsonaro e Wilson Witzel (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), afirmou que o desejo de Jair Bolsonaro, de que ele seja preso, “não acontecerá”. Segundo Witzel, Bolsonaro é quem deve “ficar ´preocupado”. Witzel é investigado pelo Ministério Público Federal e pela polícia Federal no âmbito de um inquérito que apura irregularidades em contratos destinados ao combate da pandemia do novo coronavírus. 

“Eu sei exatamente o que eu fiz e o que eu deixei de fazer. Essa prisão que o presidente deseja para mim não acontecerá. Acho que ele tem que ficar mais preocupado com os atos que ele tem praticado, diante do que vem fazendo, tensionando com as instituições, afrontando a lei de segurança nacional, sendo investigado por prevaricação, falsidade ideológica, interferência na Polícia Federal, fakenews, uso de dinheiro de caixa dois no TSE”, disse Witzel em entrevista à Rádio Gaúcha nesta sexta-feira (5). 

“Quem tem que estar preocupado com uma prisão, sinceramente, com todo o respeito, pela avaliação que faço como jurista e como juiz que fui, não sou eu. Acho que ele tem que estar preocupado é com a liberdade dele”, completou, segundo reportagem do jornal O Globo

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247