Witzel é chamado de 'fascista' por manifestante e reage: 'maconheiro'

"Não vai falar da milícia, não? Fala da milícia", questionou o rapaz. Irritado, o governador do Rio rebateu: "Olha o maconheiro aí, que tá gritando. Não tem espaço para você não, maconheiro. Aqui você não vai fumar maconha não, parceiro"

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), bateu boca com um manifestante nesta sexta-feira 6 durante um evento em Laranjeiras, zona sul da capital fluminense. 

Enquanto Witzel discursava, um homem, que não foi identificado, chamou o governador de "fascista" e questionou se ele não falaria da "milícia". Irritado, o político o chamou de "maconheiro".

"Não vai falar da milícia, não? Fala da milícia". O governador, então, respondeu: "Tá todo mundo sendo preso, rapaz. Presta atenção. Até os maconheiros", disse o manifestante.

"Olha o maconheiro aí, que tá gritando. Não tem espaço para você não, maconheiro. Aqui você não vai fumar maconha não, parceiro. Vai fumar maconha aqui, não. Aqui é ordem. Aqui nós vamos prezar pela ordem. Aqui você não vai fumar maconha, acabou essa brincadeira. Vai fumar maconha em outro lugar", respondeu Witzel.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247