Witzel pede desculpas a Mourão por divulgar conversa nas redes

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, disse que a conversa com o vice Hamilton Mourão era pública e que jamais teve a intenção de divulgar qualquer conteúdo de caráter privado

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel
O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Depois de Jair Bolsonaro demonstrar irritação com um vídeo compartilhado nas redes sociais pelo governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, que mostra o chefe do Executivo fluminense ligando para o vice-presidente Hamilton Mourão e o chamando de “senhor presidente”, o governador resolveu pedir desculpas a Mourão.

O vídeo foi divulgado no perfil de Witzel em uma rede social. Eles conversam por telefone e o governador pedia apoio a Mourão ao envio de água potável às áreas atingidas pelas chuvas no Norte e Noroeste do Rio.

Apesar de dizer que a conversa era pública, por ser um "assunto de trabalho", Witzel afirmou que jamais teve a intenção de divulgar qualquer conteúdo de caráter privado. O governador também afirmou que já havia pedido desculpas por meio de uma mensagem no WhatsApp. a informação é do jornal O Globo.

"A minha intenção de divulgar a ligação foi mostrar o quanto o vice-presidente estava nos ajudando. Eu nunca divulguei uma ligação privada ou vazei informações. Não existe isso na minha história. Naquele momento eu achei que as pessoas fossem se sentir mais confortáveis sabendo que há uma união entre o governador do Rio, o presidente e o vice-presidente do Brasil. Se ele ficou entristecido, sou humilde e peço desculpas. Tenho respeito por eles", disse.

Durante viagem à Índia, Bolsonaro falou sobre o assunto. “Pelas imagens, ele tá no seu carro e um assessor filma, aí ele liga para o presidente em exercício. Eu acho que não é usual alguém fazer isso, eu não gostaria que fizessem isso comigo, o que se trata por telefone, tem que ser reservado”, disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247