Álvaro Dias lidera corrida para o Senado no Paraná

O parlamentar assegura a primeira posição em todos os cenários possíveis na disputa pela única vaga na Casa em 2014; no crível, o tucano tem 44% contra 5% do senador Sérgio Souza (PMDB), suplente da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT)

Em discurso na tribuna do Senado, senador Alvaro Dias (PSDB-PR)
Em discurso na tribuna do Senado, senador Alvaro Dias (PSDB-PR) (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Blog do Esmael - O senador Álvaro Dias (PSDB) lidera todos os cenários possíveis na disputa pela única vaga ao Senado em 2014. No crível, o tucano tem 44% contra 5% do senador Sérgio Souza (PMDB), suplente da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT).
Em 2006, Álvaro quase perdeu a cadeira para a novata Gleisi que também começou a campanha com 5%, mas terminou com 45,14% dos votos válidos contra 55,51% obtidos pelo tucano. Agora, no ano que vem, é outro novato que põe em risco a continuidade dele no Senado: o peemedebista Sérgio Souza.

Ainda de acordo com a sondagem do Paraná Pesquisas, Osmar Dias (PDT), irmão de Álvaro, ocupa o segundo lugar em todos os cenários divulgados ontem (18) pelo jornal Gazeta do Povo. Entretanto, é mais fácil uma galinha criar dentes do que os dois irmãos se enfrentarem pela única cadeira no Senado.

A pesquisa de Murilo Hidalgo trouxe outro dado interessante: o ex-governador Orlando Pessuti (PMDB) na disputa pelo Senado. Com 5% de intenções de voto, ele estaria de olho na vaga de candidato que hoje pertence ao seu pupilo Sérgio Souza, que também quer enfrentar Álvaro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email