Ato do PCO por Lula Livre em Curitiba mobilizou caravanas de todo o Brasil

De Brasília saíram três ônibus com mais de 100 pessoas. Também houve caravanas do Nordeste, de Minas Gerais, do Rio de Janeiro e de São Paulo. A maioria dos militantes chegou na madrugada de sábado na capital do Paraná, onde se manifestaram pela anulação da Lava Jato e pela libertação do ex-presidente

Ato PCO Lula Livre em Curitiba
Ato PCO Lula Livre em Curitiba (Foto: Eduardo Matysiak)

247, com Diário da Causa Operária Online - Militantes de partidos e organizações de esquerda se reuniram no último sábado 14 em uma grande manifestação em Curitiba pela liberdade do ex-presidente Lula, mantido preso há 526 dias pela ditadura dos golpistas.

Ao longo de toda a semana, houve uma intensa organização em diferentes regiões do Brasil para mobilizar os militantes em caravanas para a capital paranaense. De Brasília, três ônibus com mais de 100 pessoas saíram na noite de quinta e chegaram na noite de sexta-feira. Também houve caravanas do Nordeste, de Minas Gerais, do Rio de Janeiro e de São Paulo, por exemplo.

A maioria dos ônibus chegou na madrugada de sábado e já no início da manhã a militância estava montando os materiais, como barracas, banquinhas, bandeiras, palcos, confeccionando faixas e cartazes.

Ainda pela manhã, houve o tradicional “Bom dia, presidente Lula” na Vigília Lula Livre. Depois, no Parque Bacacheri o presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, apresentou a Análise Política da Semana, o que foi seguido por um churrasco e apresentações musicais, dentre as quais a da banda Revolução Permanente, composta por militantes do Partido da Causa Operária.

O auge do ato foi a marcha para o prédio da Superintendência da Polícia Federal, por cerca de 1,5 km. Entretanto, a PM reprimiu e censurou o ato, ao impedir que o carro de som prosseguisse junto com a passeata. Apesar disso, os manifestantes chegaram até o local, onde encerraram o evento com um “Boa noite, presidente Lula”.

Durante todo o dia houve muitos discursos de lideranças e militantes da esquerda, incluindo integrantes do PCO, que destacaram o fato de o ato ter sido uma mobilização de extrema importância para quebrar a paralisia de parte da esquerda, motivada por crenças eleitorais e institucionais.

Segundo o PCO, o ato de sábado mostra o caminho a ser seguido pela população: o caminho de uma grande mobilização pela liberdade de Lula e pelo Fora Bolsonaro. "Essa é a tendência do movimento popular, uma vez que o povo vem demonstrando em diversas oportunidades e de maneira mais radical que está farto do regime golpista e que quer fazer alguma coisa concreta para derrotá-lo", diz o partido.

Em seu discurso durante a marcha, o presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, destacou que a vontade de todos os militantes é a de enfrentar a ditadura dos golpistas e botar abaixo o governo Bolsonaro, tirar Lula da prisão, anular as eleições fraudulentas de 2018 e convocar novas eleições gerais, com Lula candidato.

"Essa jornada é o começo de uma grande etapa de lutas. Nós do PCO vamos sair às ruas em todas as capitais do país, vamos chamar o povo até que as ruas se encham de gente pelas nossas reivindicações", anunciou ainda a sigla.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247