Boff se diz indignado com manobra de Fachin

Depois de ser chamado de 'verme' por seu ex-melhor amigo, o ministro Edson Fachin, também foi repreendido pelo teólogo Leonardo Boff, por manobrar para suspender o julgamento do ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político para não disputar as eleições presidenciais de 2018, que ele venceria com facilidade

Depois de ser chamado de 'verme' por seu ex-melhor amigo, o ministro Edson Fachin, também foi repreendido pelo teólogo Leonardo Boff, por manobrar para suspender o julgamento do ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político para não disputar as eleições presidenciais de 2018, que ele venceria com facilidade
Depois de ser chamado de 'verme' por seu ex-melhor amigo, o ministro Edson Fachin, também foi repreendido pelo teólogo Leonardo Boff, por manobrar para suspender o julgamento do ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político para não disputar as eleições presidenciais de 2018, que ele venceria com facilidade (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Depois de ser chamado de 'verme' por seu ex-melhor amigo (leia aqui), o ministro Edson Fachin, também foi repreendido pelo teólogo Leonardo Boff, por manobrar para suspender o julgamento do ex-presidente Lula, que vem sendo mantido como preso político para não disputar as eleições presidenciais de 2018, que ele venceria com facilidade. "As manobras articuladas entre Fachin do STF e os magistrados do TRF4 de POA é uma manifesta manipulação que beira à imoralidade e à falta de senso de equidade para manter Lula refém de suas decisões,cujas provas até agora se mostraram pífias. Estamos indignados", escreveu Boff. Confira, abaixo, seu tweet:

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email