Cai aprovação do governo Richa, aponta pesquisa

A crise financeira e de gestão do governo Beto Richa (PSDB) parece estar influenciando o humor dos paranaenses; segundo levantamento da Paraná Pesquisa, especial para o Blog do Esmael, neste mês de março, 50% dos curitibanos aprovam a administração do tucano ante 46 que desaprovam; em dezembro de 2013, portanto, há três meses 71% aprovavam e 25% o desaprovavam

A crise financeira e de gestão do governo Beto Richa (PSDB) parece estar influenciando o humor dos paranaenses; segundo levantamento da Paraná Pesquisa, especial para o Blog do Esmael, neste mês de março, 50% dos curitibanos aprovam a administração do tucano ante 46 que desaprovam; em dezembro de 2013, portanto, há três meses 71% aprovavam e 25% o desaprovavam
A crise financeira e de gestão do governo Beto Richa (PSDB) parece estar influenciando o humor dos paranaenses; segundo levantamento da Paraná Pesquisa, especial para o Blog do Esmael, neste mês de março, 50% dos curitibanos aprovam a administração do tucano ante 46 que desaprovam; em dezembro de 2013, portanto, há três meses 71% aprovavam e 25% o desaprovavam (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Blog do Esmael - A crise financeira e de gestão do governo Beto Richa (PSDB) parece estar influenciando o humor dos paranaenses. Segundo levantamento da Paraná Pesquisa, especial para o Blog do Esmael, neste mês de março, 50% dos curitibanos aprovam a administração do tucano ante 46 que desaprovam. Em dezembro de 2013, portanto, há três meses 71% aprovavam e 25% o desaprovavam.

A queda Richa é semelhante a do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), que também tem a administração rejeitada por 47% dos curitibanos e 49% aprovam. Na capital, tucano e pedetistas estão empatados na avaliação da população (clique aqui).

A perda de 21% na aprovação de Richa pode ter relação com a onda de péssimas notícias na gestão. Policiais militares foram flagrados empurrando viaturas sem combustível, cães que prestam serviço à PM passaram fome, professores convocaram greve, falta merenda e salas de aula são fechadas nas escolas, o leite não chegou às crianças e o governo deu calote de mais de R$ 2 bilhões em fornecedores.

Fruet caiu 17% na aprovação em menos de um ano, segundo a Paraná Pesquisas. O prefeito curitibano sofre desgastes por conta de recente greve no transporte coletivo e do suspense acerca de novo reajuste no preço da tarifa. Professores e a guarda municipal se preparam para cruzar os braços.

A Paraná Pesquisa ouviu 841 curitibanos maiores de 16 anos entre os dias 6 e 9 de março de 2014. A margem de erro estimada é de 3,5% e o grau de confiança é de 95%.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email