Câmara de Curitiba aprova nova cassação de Renato Freitas em primeiro turno

Motivo é o mesmo que havia levado o vereador petista a ser cassado em junho. Em julho, contudo, a Justiça havia anulado a decisão por "desrespeito ao devido processo legal"

www.brasil247.com - Vereador Renato Freitas
Vereador Renato Freitas (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)


247 - A Câmara Municipal de Curitiba aprovou, novamente, a cassação do vereador Renato Freitas (PT-PR) em primeiro turno, por 23 votos contra 7. A informação é do portal O Antagonista.

O motivo se deu por suposta quebra de decoro, pelo fato de o parlamentar ter participado de um protesto contra o racismo na Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos em fevereiro.

Pela mesma razão, Renato já havia tido o mandato cassado pela Câmara em junho. No mês seguinte, contudo, a Justiça de Curitiba reverteu a decisão por "desrespeito ao devido processo legal" nas votações que determinaram a cassação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

À época, ao comemorar o restabelecimento de seu mandato, o vereador afirmou que "a sanha punitivista e racista que motivou os vereadores contra mim fez com que o presidente da Câmara e a base do prefeito enfiassem os pés pelas mãos, mais uma vez."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vale lembrar que, em março, a própria Arquidiocese de Curitiba havia encaminhado documento ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Legislativo municipal, pedindo que o mandato do vereador não fosse cassado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O segundo turno da votação para a cassação de Renato Freitas está previsto para esta sexta-feira (5).

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email