Cascavel enfrenta problemas por falta de merenda

O problema da falta de merenda nas escolas estaduais está se agravando e o governador Beto Richa (PSDB) põe a culpa na crise; só que o governo continua criando mais cargos e contratando servidores comissionados com altos salários para abrigar e sustentar os aliados; desta a vez, a falta de merenda foi registrada em Cascavel; no Colégio Padre Pedro Canísio Henz só há arroz e feijão para servir aos 1,4 mil estudantes; não há recursos para carne, verduras ou legumes; segundo a direção do Colégio, a dispensa está no limite e não existe previsão de quando chegará outra remessa

O problema da falta de merenda nas escolas estaduais está se agravando e o governador Beto Richa (PSDB) põe a culpa na crise; só que o governo continua criando mais cargos e contratando servidores comissionados com altos salários para abrigar e sustentar os aliados; desta a vez, a falta de merenda foi registrada em Cascavel; no Colégio Padre Pedro Canísio Henz só há arroz e feijão para servir aos 1,4 mil estudantes; não há recursos para carne, verduras ou legumes; segundo a direção do Colégio, a dispensa está no limite e não existe previsão de quando chegará outra remessa
O problema da falta de merenda nas escolas estaduais está se agravando e o governador Beto Richa (PSDB) põe a culpa na crise; só que o governo continua criando mais cargos e contratando servidores comissionados com altos salários para abrigar e sustentar os aliados; desta a vez, a falta de merenda foi registrada em Cascavel; no Colégio Padre Pedro Canísio Henz só há arroz e feijão para servir aos 1,4 mil estudantes; não há recursos para carne, verduras ou legumes; segundo a direção do Colégio, a dispensa está no limite e não existe previsão de quando chegará outra remessa (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Blog do Esmael - O problema da falta de merenda nas escolas estaduais está se agravando e o governador Beto Richa (PSDB) põe a culpa na crise. Só que o governo continua criando mais cargos e contratando servidores comissionados com altos salários para abrigar e sustentar os aliados.

Desta a vez, a falta de merenda foi registrada em Cascavel, em matéria do site CGN. No Colégio Padre Pedro Canísio Henz só há arroz e feijão para servir aos 1,4 mil estudantes. Não há recursos para carne, verduras ou legumes.

Segundo a direção do Colégio, a dispensa está no limite e não existe previsão de quando chegará outra remessa. Foi preciso pedir merenda emprestada de outras escolas que estavam com estoque melhor.

A Secretaria de Educação justifica a falta de merenda culpando a alta dos preços dos alimentos, como se isso já não estivesse previsto nas rotinas de compras do governo.

O fato é que a Educação nunca foi prioridade para o governador e sua equipe. Muito pelo contrário, Beto Richa vem tentando a todo custo privatizar ou fechar escolas e universidades. Para ele são gastos desnecessários, que pouco ajudam seus amigos e aliados.

Com informações do CGN.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email