Damous denuncia 'rentável' indústria de delações da Lava Jato

Para o jornalista Esmael Morais, a abertura de uma CPI para investigar o que o deputado Wadih Damous (PT-RJ chama de uma "mentirosa" e "rentável" indústria de delações premiadas é bem vinda; ele destaca que que o TCU atestou que Dilma Rousseff não teve responsabilidade na compra da refinaria de Pasadena, ao contrário do que afirmam os delatores em seus depoimentos; "Se os delatores mentiram no caso de Dilma, Damous acredita que eles [delatores] também o fizeram em outros casos. Ou seja, o parlamentar acredita que muitos devem estar presos pela Lava Jato sem provas com base em depoimentos mentirosos", diz o jornalista

A presidenta da CEV, Rosa Cardoso, durante a revela��o do nome do suspeito de ser o autor do atentado contra a sede do Conselho Federal da OAB (T�nia R�go/Ag�ncia Brasil)
A presidenta da CEV, Rosa Cardoso, durante a revela��o do nome do suspeito de ser o autor do atentado contra a sede do Conselho Federal da OAB (T�nia R�go/Ag�ncia Brasil) (Foto: Paulo Emílio)

Do blog do Esmael MoraisO deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), que articula a abertura de uma CPI para investigar o que ele chama de uma "mentirosa" e "rentável" indústria de delações premiadas no âmbito da Lava Jato, destaca que analistas do Tribunal de Contas da União (TCU) atestaram que a presidente eleita e afastada pelo golpe parlamentar Dilma Rousseff não teve responsabilidade na compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, que resultou em prejuízos graves para a estatal brasileira. Apesar do parecer do TCU, os delatores mentiram sobre o envolvimento de Dilma visando obter benefícios ao satisfazer o desejo político dos procuradores que atuam na força-tarefa.

"Note-se que a carta de intenções não era vinculante para a companhia porque o Conselho de Administração não deliberou, no mérito, sobre a aquisição dos 50% remanescentes de Pasadena", diz o texto dos auditores. "Assim sendo, não há que se falar em responsabilização de seus membros nestes autos", destaca o jornalista Esmael Morais.

"Se os delatores mentiram no caso de Dilma, Damous acredita que eles [delatores] também o fizeram em outros casos. Ou seja, o parlamentar acredita que muitos devem estar presos pela lava jato sem provas com base em depoimentos mentirosos. E é isto que a 'CPI do Sérgio Moro' quer investigar.

Quem é contra a luz, isto é, a investigação? Alguém tem algo a esconder? Portanto, seja bem-vinda a comissão de investigação no Congresso Nacional", diz o jornalista.

 

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247