De olho em 2014, Baka abandona PDT

Ex-prefeito de Paranaguá deve subir no palanque do PMDB para se lançar como deputado federal. Ele pretende ainda assumir a presidência do partido que estava nas mãos de Mário Roque, falecido em julho

O prefeito de Paranaguá José Baka Filho (PDT) fala sobre o embargo do Porto de Pnguá
O prefeito de Paranaguá José Baka Filho (PDT) fala sobre o embargo do Porto de Pnguá (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Diário do Estado - O ex-prefeito de Paranaguá, Baka Filho, deve deixar o partido no qual comandou a prefeitura da cidade de 2004 até 2012. Em jogada política, o Diário do Estado através de suas fontes levantou a informação que o ex-alcaide deve pular do barco pedetista para subir no palanque do PMDB em 2014, de olho em sua candidatura para deputado federal.

De acordo com as informações, Baka ainda pretende assumir a presidência do partido que estava nas mãos de Mário Roque, falecido em julho.

Com a saída de Baka, o destino do PDT deve ficar nas mãos de Paulo Emmanuel ou de sua esposa Jozaine Baka que repassaria o PPS para outra pessoa.

Quem não estaria muito feliz com a informação é Marquinhos Roque, presidente da Câmara de Paranaguá.

Vale ressaltar que Edison Kersten, atual prefeito da cidade, também é PMDB.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email