Defesa de Lula pede desbloqueio do espólio de Dona Marisa

Defesa do ex-presidente Lula entrou nesta terça-feira (16) com recurso no TRF-4 para desbloquear os bens do Espólio de D. Marisa Letícia Lula; bens estão bloqueados "com o claro objetivo de promover a asfixia financeira da família e de impedir que o ex-presidente possa exercer o direito de defesa", diz a defesa

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Do site Lula.com.br - A defesa de Lula entrou com recurso nessa terça-feira (16) contra decisão proferida pela juíza federal substituta da 13º Vara,  Gabriela Hardt, que manteve ilegalmente o bloqueio de 100% dos bens do Espólio de D. Marisa Letícia Lula. O recurso é dirigido ao Tribunal Regional da 4a. Região (TRF4).

O espólio de D. Marisa, conforme determina a lei, tem o direito à metade dos bens e valores que integram o patrimônio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No entanto, a pedido do MPF do Paraná, foram bloqueados, além dos bens e valores de Lula, o de sua falecida esposa foram, com o claro objetivo de promover a asfixia financeira da família e de impedir que o ex-presidente possa exercer o direito de defesa.

Enquanto a Lava Jato de Curitiba mantém diversos agentes para acusar Lula, usando de delações que estão sendo questionadas pelos fatos, por coações e pelos próprios delatores, em um processo parcial que deve ser anulado, decisões sem base legal bloqueiam recursos do ex-presidente obtidos de forma lícita, advindos de economias de décadas e palestras realizadas e comprovadas (clique aqui para ver relatório com foto, data e local de cada uma delas).

Todas as palestras de Lula foram feitas e comprovadas, depois que Lula deixou cargo público,  e o ex-presidente não tem nada que pese sobre elas, mesmo depois de anos de investigação delas pela Lava Jato. As palestras de Lula e sua esposa falecida são vítimas recorrentes de fake news divulgadas com interesse político por grupos que as usam para se promover e promover a Lava Jato na internet.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247