Delação avança e Palocci está prestes a sair da cadeia

Preso desde setembro do ano passado, Antonio Palocci pode ser autorizado a sair da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba nas próximas semanas; isso porque seu acordo de delação premiada está avançado com os investigadores da Lava Jato; o ex-ministro dos governos Lula e Dilma é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Ex-ministro Antonio Palocci 26/09/2016 REUTERS/Rodolfo Buhrer
Ex-ministro Antonio Palocci 26/09/2016 REUTERS/Rodolfo Buhrer (Foto: Gisele Federicce)

247 - Preso desde setembro do ano passado, o ex-ministro Antonio Palocci pode ser solto em breve.

Isso porque seu acordo de delação premiada, que deve incluir o setor financeiro na Operação Lava Jato, está avançado com os investigadores.

Segundo a coluna Painel, da Folha, "a perspectiva da entrada de atores importantes do sistema financeiro nacional no foco da Lava Jato", com a delação de Palocci, "vai ampliar a pressão por uma ofensiva do Congresso para conter os danos da operação".

A nota lembra que "o Planalto já deu um passo nesse sentido ao editar medida que autoriza o Banco Central a firmar acordo de leniência".

O ex-ministro dos governos Lula e Dilma é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A defesa tem tido os pedidos de liberdade negados.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247