Deputado da tropa de choque de Bolsonaro propõe a expulsão de Greenwald

Membro da linha dura do bolsonarismo, o deputado Delegado Francischini (SD-PR) estimulou a ação ilegal e xenófoba contra o jornalista Glenn Greenwald, que revelou as ilegalidades da Lava Jato; "Está na hora de expulsar do Brasil o jornalista estrangeiro, marido do Deputado do PSOL, que está cometendo crimes diariamente contra nossas autoridades de maior credibilidade"

“Prendi Abadia e Beira-Mar. Não tenho medo de ninguém”
“Prendi Abadia e Beira-Mar. Não tenho medo de ninguém” (Foto: Renato Araújo/Agência Brasil)

247 - O deputado estadual Delegado Francischini (SD-PR) defendeu nesta segunda-feira, 1, a expulsão do Brasi do jornalista Glenn Greenwald, que vem revelando no The Intercept Brasil as ilegalidades cometidas pela operação Lava Jato. 

Pelo Twitter, Francischini estimulou a ação ilegal e xenófoba contra Greenwald, que é casado com um cidadão brasileiro, o deputado federal David Miranda (PSOL-RJ) e pai de duas crianças adotivas. 

"Expulsão. Eu apóio e você?Está na hora de expulsar do Brasil o jornalista estrangeiro, marido do Deputado do PSOL, que está cometendo crimes diariamente contra nossas autoridades de maior credibilidade. Se fosse em outro país já estava na cadeia!", disse o parlamentar bolsonarista. 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247