Deputados deixam Brasília e desligam seus celulares

Crítico ferrenho do impeachment contra a presidente Dilma, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) afirmou, no Twitter, que alguns parlamentares começam a deixar Brasília; "Com a desmoralização do impeachment deputados deixam Brasilia para regressar na próxima terça feira", afirmou o parlamentar; as informações dão conta de que, neste sábado (16), apenas 409 dos 513 deputados federais registraram presença na Câmara - os outros 104 teriam deixado Brasília e desligado seus celulares; na Esplanada dos Ministérios foi colocado um muro para evitar conflitos entre manifestantes contra e pró impeachment

Crítico ferrenho do impeachment contra a presidente Dilma, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) afirmou, no Twitter, que alguns parlamentares começam a deixar Brasília; "Com a desmoralização do impeachment deputados deixam Brasilia para regressar na próxima terça feira", afirmou o parlamentar; as informações dão conta de que, neste sábado (16), apenas 409 dos 513 deputados federais registraram presença na Câmara - os outros 104 teriam deixado Brasília e desligado seus celulares; na Esplanada dos Ministérios foi colocado um muro para evitar conflitos entre manifestantes contra e pró impeachment
Crítico ferrenho do impeachment contra a presidente Dilma, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) afirmou, no Twitter, que alguns parlamentares começam a deixar Brasília; "Com a desmoralização do impeachment deputados deixam Brasilia para regressar na próxima terça feira", afirmou o parlamentar; as informações dão conta de que, neste sábado (16), apenas 409 dos 513 deputados federais registraram presença na Câmara - os outros 104 teriam deixado Brasília e desligado seus celulares; na Esplanada dos Ministérios foi colocado um muro para evitar conflitos entre manifestantes contra e pró impeachment (Foto: Leonardo Lucena)

Paraná 247 - Crítico ferrenho do impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT), o senador Roberto Requião (PMDB-PR) afirmou, nesta sábado (16), no Twitter que alguns parlamentares começam a deixar Brasília, no mesmo final de semana da votação do impeachment, que vai até este domingo (17), com previsão para iniciar às 14h.

"Com a desmoralização do impeachment deputados deixam Brasilia para regressar na próxima terça feira", afirmou o parlamentar. As informações dão conta de que apenas 409 dos 513 deputados federais registraram presença nesta sábado - os outros 104 teriam deixado Brasília e desligado seus celulares.

Também neste sábado, o peemedebista provocou o presidente da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), réu no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo recebimento de propina desvendado pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

O peemedebista é o responsável pela condução do processo de impeachment na Casa. "Impeachment dança e Cunha se asila na Disneylândia?", questionou Requião.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247