Dirceu tem habeas corpus negado pelo STJ

 ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Marcelo Navarro Ribeiro Dantas negou, em decisão liminar, pedido de habeas corpus feito pela defesa do ex-ministro José Dirceu, que está preso desde agosto pela Polícia Federal na Operação Pixuleco, desdobramento da Lava Jato; mérito do habeas corpus ainda será analisado. A defesa de José Dirceu havia entrado com o pedido no STJ no início do mês

 ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Marcelo Navarro Ribeiro Dantas negou, em decisão liminar, pedido de habeas corpus feito pela defesa do ex-ministro José Dirceu, que está preso desde agosto pela Polícia Federal na Operação Pixuleco, desdobramento da Lava Jato; mérito do habeas corpus ainda será analisado. A defesa de José Dirceu havia entrado com o pedido no STJ no início do mês
 ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Marcelo Navarro Ribeiro Dantas negou, em decisão liminar, pedido de habeas corpus feito pela defesa do ex-ministro José Dirceu, que está preso desde agosto pela Polícia Federal na Operação Pixuleco, desdobramento da Lava Jato; mérito do habeas corpus ainda será analisado. A defesa de José Dirceu havia entrado com o pedido no STJ no início do mês (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 - O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Marcelo Navarro Ribeiro Dantas negou, em decisão liminar, pedido de habeas corpus feito pela defesa do ex-ministro José Dirceu, que está preso desde agosto pela Polícia Federal na Operação Pixuleco, desdobramento da Lava Jato.

O mérito do habeas corpus ainda será analisado. A defesa de José Dirceu havia entrado com o pedido no STJ no início do mês.

O juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações de primeira instância da Lava Jato, aceitou ação penal contra Dirceu por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. O Ministério Público Federal afirma que o ex-ministro recebeu, por meio de sua empresa de consultoria, a JD Assessoria, propina de empreiteiras contratadas pela Petrobras.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247