Empresas de ônibus apontam perda de R$ 26 mi

Por outro lado, segundo o presidente da CPI dos Ônibus, Jorge Bernardi (PDT), os representantes do Sindicado das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana admitiram haver lucro operacional

Por outro lado, segundo o presidente da CPI dos Ônibus, Jorge Bernardi (PDT), os representantes do Sindicado das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana admitiram haver lucro operacional
Por outro lado, segundo o presidente da CPI dos Ônibus, Jorge Bernardi (PDT), os representantes do Sindicado das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana admitiram haver lucro operacional (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 – Representantes do Sindicado das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp) afirmaram, na última sexta-feira (16), que os três consórcios do setor tiveram um prejuízo de R$ 26 milhões nos últimos 32 meses. Por outro lado, segundo o presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Ônibus, Jorge Bernardi (PDT), admitiram que houve, sim, lucro operacional.

Os assessores técnicos entregaram um documento de duas mil páginas constando a contabilidade das 11 empresas que operam o sistema de transporte na capital paranaense, que deixou alguns vereadores revoltados, como Valdemir Soares (PRB).

"Só pode ser pegadinha contábil. Como pode ter prejuízo e crescer patrimônio", afirmou, conforme o jornal Paraná Online. De acordo com Sores, existem documentos que mostram despesas significativas das empresas, como, por exemplo, a compra de um imóvel avaliado em R$ 2 milhões e R$ 40 mil com táxi aéreo.

De acordo com o vereador Jorge Bernardi, as estatísticas são um reflexo de um o sistema de transporte não é deficitário. "É muito fácil ter prejuízo contábil tendo lucro operacional (lucro na atividade principal da empresa, descontados os impostos e a depreciação dos bens). Estou cada vez mais convencido de que o lucro das empresas é aquele informado pela Urbs, mais de 100 milhões de reais ao ano", disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email