Entregadores de aplicativo fecham avenida em Londrina por melhores condições de trabalho

Uma das principais queixas dos trabalhadores é com relação a baixa taxa cobrada por quilometragem, que é de R$ 0,80/km na cidade. Trabalhador conta que não consegue nem R$ 50 por semana

(Foto: Reprodução)

Portal Forum  - Dezenas de entregadores de aplicativos como Uber, iFood e Rappi fecharam a avenida Higienópolis, em Londrina (PR), na tarde desta terça-feira (4), em protesto por melhores condições de trabalho e de remuneração. Uma das principais queixas do entregadores é com relação a baixa taxa por quilometragem em Londrina.

Atualmente, o valor por quilômetro na cidade está em torno de R$ 0,80, mas o ideal seria R$ 1,50/km, de acordo com os trabalhadores. Segundo Fabiano Goulart, um dos entregadores presentes no protesto, o rendimento semanal com as entregas diminuiu muito ao longo do tempo. Até o ano passado, costumava ser de até R$ 1.300 por semana. Contudo, agora não está conseguindo nem R$ 50 por dia.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247