Esmael: vira-latas do Brasil têm orgasmos com discurso de Trump

"Há uma importante parcela de brasileiros afetada pelo complexo de vira-latas, que não acredita no país, torce pelos Estados Unidos, se posicionado contra os irmãos das nações latino-americanos. Trata-se de militantes políticos que se consideram mais à direita que o Partido Republicano, flertam com o fascismo, e adoram Bolsonaro", afirma o blogueiro e colunista do 247, Esmael Morais; nesta sexta-feira, o presidente Donald Trump anunciou em discurso uma nova doutrina na América Latina

"Há uma importante parcela de brasileiros afetada pelo complexo de vira-latas, que não acredita no país, torce pelos Estados Unidos, se posicionado contra os irmãos das nações latino-americanos. Trata-se de militantes políticos que se consideram mais à direita que o Partido Republicano, flertam com o fascismo, e adoram Bolsonaro", afirma o blogueiro e colunista do 247, Esmael Morais; nesta sexta-feira, o presidente Donald Trump anunciou em discurso uma nova doutrina na América Latina
"Há uma importante parcela de brasileiros afetada pelo complexo de vira-latas, que não acredita no país, torce pelos Estados Unidos, se posicionado contra os irmãos das nações latino-americanos. Trata-se de militantes políticos que se consideram mais à direita que o Partido Republicano, flertam com o fascismo, e adoram Bolsonaro", afirma o blogueiro e colunista do 247, Esmael Morais; nesta sexta-feira, o presidente Donald Trump anunciou em discurso uma nova doutrina na América Latina (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Blog do Esmael Morais - Os vira-latas do Brasil tiveram orgasmos com o discurso de Donald Trump, nesta sexta-feira (16), que anunciou uma nova doutrina norte-americana para a América Latina, com viés imperialista, de olho em Cuba e Venezuela (e por que não também de olho no Brasil?).

Há uma importante parcela de brasileiros afetada pelo complexo de vira-latas, que não acredita no país, torce pelos Estados Unidos, se posicionado contra os irmãos das nações latino-americanos.

Trata-se de militantes políticos que se consideram mais à direita que o Partido Republicano, flertam com o fascismo, e adoram Bolsonaro.

O recrudescimento da “Doutrina Trump” com a América Latina tem a ver com as dificuldades políticas internas do presidente estadunidense. Encurralado pela mídia local, ele parte para cima dos vizinhos no Hemisfério.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247