Ex-vereador Valter Nagelstein é indiciado por racismo

O ex-vereador e ex-candidato à prefeitura de Porto Alegre Valter Nagelstein (PSD) disse enxergar os vereadores eleitos pelo PSOL como "jovens, negros, sem nenhuma tradição política, sem nenhuma experiência, sem nenhum trabalho e com pouquíssima qualificação formal"

Polícia Civil indicia o ex-vereador de Porto Alegre Valter Nagelstein
Polícia Civil indicia o ex-vereador de Porto Alegre Valter Nagelstein (Foto: Débora Ercolani/CMPA)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-vereador e ex-candidato à prefeitura de Porto Alegre Valter Nagelstein (PSD) foi indiciado pela Polícia Civil, nesta terça-feira (9), por crime de racismo. O inquérito é sobre um áudio em que ele disse enxergar os vereadores eleitos pelo PSOL como "jovens, negros, sem nenhuma tradição política, sem nenhuma experiência, sem nenhum trabalho e com pouquíssima qualificação formal". A mensagem, enviada a amigos, foi vazada após a eleição municipal de 2020. 

O ex-parlamentar se tornará réu, caso o Ministério Público apresente denúncia e o Tribunal de Justiça aceite-a. As informações foram publicadas pelo portal G1

A Delegacia de Combate à Intolerância investigou o áudio, a partir de pedido feito pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul. O requerimento teve como base uma representação do Movimento Negro Unificado. Cerca de 40 entidades e organizações civis assinaram o documento.

"Para esse áudio, poderíamos trabalhar com a questão do racismo, e também com a injúria racial e discriminatória", disse a titular da delegacia, Andreia Mattos. 

"A injúria se refere a práticas que atinjam a honra subjetiva da pessoa. E nesse áudio, ele não atingiu tão somente à honra dos vereadores, mas toda uma classe, uma categoria. Fica muito claro no meu ponto de vista a própria questão do racismo estrutural", acrescenta.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email