Exército desmente proteção a Sérgio Moro

Em nota, o Exército informa que suposta proteção ao juiz Sérgio Moro e de sua família, que teria sido oferecida por autoridades militares, não é verídica; o texto é uma resposta a uma nota do colunista do Paraná Portal Ruy Barrozo, que disse que generais haviam disponibilizado o serviço reservado de inteligência a Moro

Em nota, o Exército informa que suposta proteção ao juiz Sérgio Moro e de sua família, que teria sido oferecida por autoridades militares, não é verídica; o texto é uma resposta a uma nota do colunista do Paraná Portal Ruy Barrozo, que disse que generais haviam disponibilizado o serviço reservado de inteligência a Moro
Em nota, o Exército informa que suposta proteção ao juiz Sérgio Moro e de sua família, que teria sido oferecida por autoridades militares, não é verídica; o texto é uma resposta a uma nota do colunista do Paraná Portal Ruy Barrozo, que disse que generais haviam disponibilizado o serviço reservado de inteligência a Moro (Foto: Valter Lima)

Jornal GGN - Ao noticiar que o juiz federal Sérgio Moro recebeu uma homenagem das Forças Armadas, o colunista do Paraná Portal, Ruy Barrozo, foi longe demais na citação de fontes anônimas e disse que “generais de alta patente” disponibilizaram os serviços reservados de inteligência do Exército para a sua proteção.

“Excelência, pode trabalhar com tranquilidade, pois estaremos protegendo Vossa Excelência e sua família. Nosso serviço reservado de inteligência estará à sua disposição“, teria dito um alto oficial das Forças Armadas.

Dois dias depois, o Exército enviou nota com o desmentido.

“O Juiz Federal Sergio Moro, juntamente com outras autoridades civis e militares, foi condecorado pela Liga da Defesa Nacional, no dia 16 de dezembro de 2015, no 20ª Batalhão de Infantaria Blindada, durante a formatura alusiva ao dia do Patrono do Serviço Militar, Olavo Bilac”, esclareceu o comunicado.

“Quanto às afirmativas de proteção do juiz e sua família, supostamente proferidas por autoridades militares, não são verídicas”, encerrou, categórica, a nota.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247