Fascista e corrupta, diz Pimenta sobre censura da Globo

"O boicote ao PT pela mídia hegemônica brasileira comprova q ela é fascista e corrupta!", afirmou o deputado Paulo Pimenta (PT-RS)

Deputado do PT-RS também critica "tristes personagens que se dispõe a serem coadjuvantes dessa censura imposta ao PT e suas lideranças"
Deputado do PT-RS também critica "tristes personagens que se dispõe a serem coadjuvantes dessa censura imposta ao PT e suas lideranças" (Foto: Agência Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) afirmou ser "uma vergonha a censura praticada pelo grupo Globo", após o colunista do portal Uol Mauricio Stycer denunciar censura da emissora contra a oposição ao governo Jair Bolsonaro. 

"O boicote ao PT pela mídia hegemônica brasileira comprova q ela é fascista e corrupta! O maior partido do país, o partido q tem mais deputados federais, mais governadores e que tem a maior liderança política da história do Brasil é ignorado pela mídia por medo de nossas posições", escreveu o parlamentar no Twitter.

"Para dar um ar de neutralidade nos debates e telejornais a Globo e demais emissoras que boicotam o PT precisam que alguns figurantes se prestem a cumprir o papel de ‘oposição’. Triste personagens que se dispõe a serem coadjuvantes dessa censura imposta ao PT e suas lideranças", disse.

De acordo com o colunista, "os ex-presidentes Lula, Dilma, e os ex-candidatos presidenciais Fernando Haddad e Ciro Gomes "não foram ouvidos pela Globo em nenhum momento". "O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi ouvido em três destas ocasiões e o ex-presidente José Sarney em uma".


 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247