Fruet ameaça prender presidente de sindicato

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), ameaçou prender os dirigentes sindicais e empresários do transporte coletivo de Curitiba. "Se ficar comprovado que esta greve é uma articulação para forçar o reajuste da tarifa, vou pedir a prisão do presidente do Sindicato dos Empresários e do presidente do Sindicato dos Trabalhadores", disse o pedetista

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), ameaçou prender os dirigentes sindicais e empresários do transporte coletivo de Curitiba. "Se ficar comprovado que esta greve é uma articulação para forçar o reajuste da tarifa, vou pedir a prisão do presidente do Sindicato dos Empresários e do presidente do Sindicato dos Trabalhadores", disse o pedetista
O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), ameaçou prender os dirigentes sindicais e empresários do transporte coletivo de Curitiba. "Se ficar comprovado que esta greve é uma articulação para forçar o reajuste da tarifa, vou pedir a prisão do presidente do Sindicato dos Empresários e do presidente do Sindicato dos Trabalhadores", disse o pedetista (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Blog do Esmael - O prefeito Gustavo Fruet (PDT) radicalizou, nesta quarta (26), ao ameaçar prender os dirigentes sindicais e empresários do transporte coletivo de Curitiba. A notícia surpreendeu até o senador Roberto Requião (PMDB) que, hoje cedo, havia cobrado uma posição firme do pedetista. Abaixo, a nota do prefeito em seu perfil do Facebook.

"Não vou permitir tarifa de ônibus a R$ 3,40, como querem empresários.

Se ficar comprovado que esta greve é uma articulação para forçar o reajuste da tarifa, vou pedir a prisão do presidente do Sindicato dos Empresários e do presidente do Sindicato dos Trabalhadores.

Curitiba hoje banca 30% do subsídio para os municípios da região metropolitana.

Não é justo que Curitiba assuma uma responsabilidade que é do Governo do Estado".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email