Gleisi: Lula seguirá o roteiro traçado no Sul do País

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), desmentiu uma matéria do jornal Folha de S. Paulo, intitulada "Lula reavalia agenda no Sul após dois dias de protestos"; "MENTIRA! A Caravana seguirá o roteiro traçado. Denunciamos milícias armadas que atacam a caravana! É responsabilidade do Estado a segurança dos ex presidentes Lula e Dilma! Não houve orientação do presidente p/ conversar c/ autoridades. Foi decisão do partido e dos parlamentares", escreveu a parlamentar em sua conta no Twitter

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), desmentiu uma matéria do jornal Folha de S. Paulo, intitulada "Lula reavalia agenda no Sul após dois dias de protestos"; "MENTIRA! A Caravana seguirá o roteiro traçado. Denunciamos milícias armadas que atacam a caravana! É responsabilidade do Estado a segurança dos ex presidentes Lula e Dilma! Não houve orientação do presidente p/ conversar c/ autoridades. Foi decisão do partido e dos parlamentares", escreveu a parlamentar em sua conta no Twitter
A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), desmentiu uma matéria do jornal Folha de S. Paulo, intitulada "Lula reavalia agenda no Sul após dois dias de protestos"; "MENTIRA! A Caravana seguirá o roteiro traçado. Denunciamos milícias armadas que atacam a caravana! É responsabilidade do Estado a segurança dos ex presidentes Lula e Dilma! Não houve orientação do presidente p/ conversar c/ autoridades. Foi decisão do partido e dos parlamentares", escreveu a parlamentar em sua conta no Twitter (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 - A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), desmentiu uma matéria do jornal Folha de S. Paulo, intitulada "Lula reavalia agenda no Sul após dois dias de protestos".

"MENTIRA! A Caravana seguirá o roteiro traçado. Denunciamos milícias armadas que atacam a caravana! É responsabilidade do Estado a segurança dos ex presidentes Lula e Dilma! Não houve orientação do presidente p/ conversar c/ autoridades. Foi decisão do partido e dos parlamentares", escreveu a parlamentar em sua conta no Twitter.

A viagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aos estados do Sul, em março, é a quarta etapa de um projeto que deve alcançar todas as regiões do país. Lula percorreu todos os estados do Nordeste, o norte de Minas Gerais, o Espírito Santo e o Rio de Janeiro.

O ex-presidente vem denunciando o golpe e também a sua caçada judicial, em que o petista foi condenado sem provas no processo do triplex no Guarujá. 

Vale ressaltar que, quando o MPF denuncia Lula, em setembro de 2016, o procurador Henrique Pozzobon admitiu não existir "prova cabal" de que o petista é "proprietário no papel" do tripléx. E em janeiro de 2018, a juíza Luciana Correa Torres de Oliveira, da 2ª Vara de Execução e Títulos no Distrito Federal, determinou a penhora dos bens da OAS, numa ação movida por credores. E o curioso é que um dos ativos penhorados é justamente o triplex que a Lava Jato atribuiu ao ex-presidente Lula (veja aqui).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247