Gleisi: ‘Por analogia, sobram elementos para o impeachment de Richa’

Durante a sessão de ontem do impeachment, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) lembrou que o governador Beto Richa, do PSDB, confiscou R$ 8 bilhões da poupança dos servidores para fazer caixa; segundo Gleisi, por analogia, esse crime seria mais do que suficiente para o impeachment do governador Beto Richa — a julgar pelo ‘rigor’ contra a presidente Dilma Rousseff

Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa extraordinária. Em discurso, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado
Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa extraordinária. Em discurso, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Do blog do Esmael A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), na comissão do impeachment, lembrou ontem (29) a passagem de um ano do massacre de professores.

A parlamentar declinou o motivo da covardia do tucano contra os educadores paranaenses: o confisco de R$ 8 bilhões da poupança previdenciária para fazer caixa. Abaixo, assista ao vídeo:

Segundo Gleisi, por analogia, esse crime seria mais do que suficiente para o impeachment do governador Beto Richa — a julgar pelo ‘rigor’ contra a presidente Dilma Rousseff.

A senadora também não perdoou o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), presidente da comissão do golpe, que, segundo ela, não cumpriu metas orçamentárias quando era governador de Minas Gerais.

Ou seja, como hipocrisia pouca é bobagem, os tucanos querem cassar Dilma pelo que sempre fizeram, sempre pedalaram e ainda pedalam.

Abaixo, Gleisi fala do caso de Anastasia:

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247