Governos dizem que motins em 34 cadeias são organizados por facções

Presos de 34 presídios estaduais e federais, em sete estados, organizaram, nos últimos dias, rebeliões e protestos inclusive com greve de fome; na situação considerada mais grave, em Cascavel, no Paraná, dois detentos foram assassinados; alguns governos estaduais afirmam que os atos são ordenados por facções criminosas

Presos de 34 presídios estaduais e federais, em sete estados, organizaram, nos últimos dias, rebeliões e protestos inclusive com greve de fome; na situação considerada mais grave, em Cascavel, no Paraná, dois detentos foram assassinados; alguns governos estaduais afirmam que os atos são ordenados por facções criminosas
Presos de 34 presídios estaduais e federais, em sete estados, organizaram, nos últimos dias, rebeliões e protestos inclusive com greve de fome; na situação considerada mais grave, em Cascavel, no Paraná, dois detentos foram assassinados; alguns governos estaduais afirmam que os atos são ordenados por facções criminosas (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 – Presos de 34 presídios estaduais e federais, em sete estados, organizaram, nos últimos dias, rebeliões e protestos com greve de fome. Na situação mais grave, em Cascavel, no Paraná, dois detentos foram assassinados.

Enquanto os presos reivindicam melhores condições, os governos do Mato Grosso, Acre e Para afirmam que os atos são ordenados por facções criminosas. Além desses três estados, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul os detentos fazem greve de fome.

No caso específico registrado no Paraná, informações apontam que a rebelião teria sido provocada pela disputa entre grupos rivais. Nos presídios federais localizados em Catanduvas (PR), Campo Grande (MS) e Mossoró (RN) os 112 presos dessas unidades se recusam a receber alimentação, segundo reportagem do UOL (leia aqui). 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247