Greca quer “CPI do Fruet” para investigar “herança maldita” na Prefeitura de Curitiba

Prefeito de Curitiba Rafael Greca (PMN) determinou à base de sustentação na Câmara a instalação da "CPI do Fruet" para investigar suposta herança maldita da gestão do ex-prefeito Gustavo Fruet (PDT); Greca adianta que a "herança maldita" deixado pelo pedetista custará muito caro para o bolso dos curitibanos (servidores e cidadãos); ideia da "CPI do Fruet" surgiu na semana que passou num encontro de Rafael Greca com o governador Beto Richa (PSDB)

Prefeito de Curitiba Rafael Greca (PMN) determinou à base de sustentação na Câmara a instalação da "CPI do Fruet" para investigar suposta herança maldita da gestão do ex-prefeito Gustavo Fruet (PDT); Greca adianta que a "herança maldita" deixado pelo pedetista custará muito caro para o bolso dos curitibanos (servidores e cidadãos); ideia da "CPI do Fruet" surgiu na semana que passou num encontro de Rafael Greca com o governador Beto Richa (PSDB)
Prefeito de Curitiba Rafael Greca (PMN) determinou à base de sustentação na Câmara a instalação da "CPI do Fruet" para investigar suposta herança maldita da gestão do ex-prefeito Gustavo Fruet (PDT); Greca adianta que a "herança maldita" deixado pelo pedetista custará muito caro para o bolso dos curitibanos (servidores e cidadãos); ideia da "CPI do Fruet" surgiu na semana que passou num encontro de Rafael Greca com o governador Beto Richa (PSDB) (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Esmael Morais, em seu blog - O prefeito de Curitiba Rafael Greca (PMN) determinou à base de sustentação na Câmara a instalação da "CPI do Fruet" para investigar suposta herança maldita da gestão do ex-prefeito Gustavo Fruet (PDT). Os vereadores iniciam a legislatura na semana que vem.

Greca adianta que a "herança maldita" deixado pelo pedetista custará muito caro para o bolso dos curitibanos (servidores e cidadãos).

Por outro lado, Fruet antecipou-se montando um "comitê anticrise" para rebater as acusações de Greca. Esse colegiado é formado por funcionários comissionados mantidos pela atual gestão, além, é claro, de ex-secretários, jornalistas e advogados gustavistas.

Quem teve acesso ao portfólio com as justificativas para a criação da "CPI do Fruet" afirma que passará frouxo na Câmara Municipal. "São conteúdos que envergonhariam até as capivaras do Parque Barigui", diz um xerife de Greca, que garante: "não será um peido de véia".

A ideia da "CPI do Fruet" surgiu na semana que passou num encontro de Rafael Greca com o governador Beto Richa (PSDB).

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247