Justiça acha só R$ 4,4 mil em contas de Bumlai

Banco Central informou que há nas contas do pecuarista José Carlos Bumlai apenas R$ 4,4 mil; o juiz Sérgio Moro havia determinado o bloqueio de R$ 52,6 milhões de contas em nome e o mesmo valor em cada empresa do pecuarista; também havia ordem para o congelamento desse montante em contas da nora Cristiane Dodero Bumlai e de três filhos dele: Maurício, Fernando e Guilherme Bumlai; mas os valores localizados também foram insuficientes; só havia R$ 7.600,09 depositados em contas de Maurício Bumlai, R$ 3.465,33 de Cristiane Dodero Bumlai, R$ 9.454,13 de Fernando Bumlai e R$ 15.479,73 de Guilherme Bumlai

22 10 15 EXCLUSIVO EMBARGADO ESPECIAL NACIONAL . Entrevista com o empresario investigado pelo Lava Jato Jose Carlos Bumlai FOTO GABRIELA BILO / ESTADAO
22 10 15 EXCLUSIVO EMBARGADO ESPECIAL NACIONAL . Entrevista com o empresario investigado pelo Lava Jato Jose Carlos Bumlai FOTO GABRIELA BILO / ESTADAO (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 - Para cumprir a decisão do juiz Sérgio Moro, que conduz as ações da Lava Jato, de bloquear R$ 52,6 milhões de contas bancárias em nome de José Carlos Bumlai, o Banco Central informou que foi encontrado apenas R$ 4,4 mil nas contas do pecuarista no Bradesco e no Banco do Brasil. 

Moro tinha ordenado o bloqueio do mesmo valor deveria ser bloqueado em cada empresa do pecuarista. Também havia ordem para o congelamento desse montante em contas da nora Cristiane Dodero Bumlai e de três filhos dele: Maurício, Fernando e Guilherme Bumlai.

Mas os valores localizados também foram insuficientes. Só havia R$ 7.600,09 depositados em contas de Maurício Bumlai, R$ 3.465,33 de Cristiane Dodero Bumlai, R$ 9.454,13 de Fernando Bumlai e R$ 15.479,73 de Guilherme Bumlai.

Nas empresas do pecuarista também não havia dinheiro suficiente, embora parte já estivesse bloqueado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, onde corre o processo de recuperação judicial de um grupo de empresas do pecuarista. Essas firmas já tinham recursos congelados para honrar compromissos com credores. Das empresas do pecuarista, a Operação Lava Jato só congelou R$ 9.867,16 da Agropecuária JB.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247