Justiça condena Roberto Jefferson por espalhar fake news sobre Manuela D´Ávila

Aliado de Bolsonaro, o presidente nacional do PTB divulgou foto manipulada, na qual a camiseta da candidata do PCdoB à Prefeitura de Porto Alegre continha a frase “Jesus é travesti”. Na foto original, a camiseta dizia “rebele-se”

Manuela D´Ávila
Manuela D´Ávila (Foto: Mídia NINJA)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Nesta quinta-feira (10), o TJ-RS (Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul) condenou o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, a pagar uma indenização à ex-deputada Manuela D´Ávila, candidata à Prefeitura de Porto Alegre pelo PCdoB, por publicar um fake news sobre ela.

Em maio deste ano, Jefferson difundiu em sua conta de Twitter uma foto em que a frase estampada na camisa de Manuela estava manipulada. A imagem continha a frase “Jesus é travesti”. Na foto original (que está ilustrando esta matéria), a camiseta dizia apenas “rebele-se”.

Além da indenização, Jefferson também está obrigado a publicar mensagem em suas redes sociais se retratando por ter espalhado a foto falsa sobre a líder comunista.

Confira a reportagem completa na Revista Fórum.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247