Lava Jato se manifesta contra transferência de Lula

Procuradores da Lava Jato se manifestaram contra o pedido da prefeitura de Curitiba e de moradores da capital paranaense para que o ex-presidente Lula seja transferido da sede da Polícia Federal para outro local 'mais apropriado'; na última sexta-feira, 20, a própria Polícia Federal pediu autorização para tirar Lula de suas dependências; sobre este pedido, porém, os procuradores da República ainda não se manifestaram, o que vão fazer em autos separados

Procuradores da Lava Jato se manifestaram contra o pedido da prefeitura de Curitiba e de moradores da capital paranaense para que o ex-presidente Lula seja transferido da sede da Polícia Federal para outro local 'mais apropriado'; na última sexta-feira, 20, a própria Polícia Federal pediu autorização para tirar Lula de suas dependências; sobre este pedido, porém, os procuradores da República ainda não se manifestaram, o que vão fazer em autos separados
Procuradores da Lava Jato se manifestaram contra o pedido da prefeitura de Curitiba e de moradores da capital paranaense para que o ex-presidente Lula seja transferido da sede da Polícia Federal para outro local 'mais apropriado'; na última sexta-feira, 20, a própria Polícia Federal pediu autorização para tirar Lula de suas dependências; sobre este pedido, porém, os procuradores da República ainda não se manifestaram, o que vão fazer em autos separados (Foto: Aquiles Lins)

Paraná 247 - Procuradores da Lava Jato se manifestaram contra o pedido da prefeitura de Curitiba e de moradores da capital paranaense para que o ex-presidente Lula seja transferido da sede da Polícia Federal para outro local 'mais apropriado'.

Em documento de quatro páginas levado à 12.ª Vara Criminal da Justiça Federal, que cuida da execução da pena de Lula, os procuradores do Ministério Público Federal pedem indeferimento do pedido formulado pela Procuradoria-Geral do Município, 'mantendo-se o apenado custodiado na Superintendência Regional da Polícia Federal em Curitiba'.

Na última sexta-feira, 20, a própria Polícia Federal pediu autorização para tirar Lula de suas dependências. Sobre este pedido, porém, os procuradores da República ainda não se manifestaram, o que vão fazer em autos separados.

A força-tarefa da Lava Jato observa que, até agora, nem a própria defesa do petista pediu sua transferência. "O custodiado (Lula) está sendo assistido por inúmeros defensores e por sua família, que até a presente data não se opuseram ao local de cumprimento. É importante frisar que, em se tratando de ex-presidente da República, há que se preservar o máximo de controle das condições de sua segurança pessoal, daí por que a necessidade de maior rigor e resguardo à pessoa do custodiado, limitando-se o contato com outros custodiados ou com terceiros estranhos."

Os procuradores anotam que 'afora a falta de legitimidade do Município de Curitiba para o requerimento e a falta de proposição alternativa, cabe ao próprio município disciplinar o uso das coisas comuns, como são ruas e praças, e exercer seu poder de polícia, mas não perante o Juízo Federal'.

"Isto posto, manifesta-se o Ministério Público Federal pelo indeferimento do pedido de transferência de Luiz Inácio Lula da Silva formulado pela Procuradoria-Geral do Município de Curitiba/PR mantendo-se o apenado custodiado na Superintendência Regional da Polícia Federal em Curitiba/PR."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247