Líder do PSOL irá à Justiça para ser desbloqueada por Bolsonaro e Weintraub no Twitter

"Eles temem o debate público e a pluralidade de ideias", disse a deputada Fernanda Melchionna sobre a ação judicial

(Foto: Foto: Agência Câmara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A líder do PSOL na Câmara, Fernanda Melchionna, anunciou nesta terça-feira, 19, que entrará com ação na Justiça para ser desbloqueada por Jair Bolsonaro e pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, no Twitter. 

"O que Bolsonaro esquece é que, se essa é a principal ferramenta de comunicação do governo, bloquear a líder de um partido de oposição é calar o contraditório. Weintraub fez a mesma coisa, autoritário que é. Eles temem o debate público e a pluralidade de ideias", disse Melchionna ao blog da jornalista Bela Megale, do Globo

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247