Lindbergh dorme no acampamento uma noite após atentado

"Decidi dormir aqui para mostrar que fascista algum vai nos intimidar", disse o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), junto com a jornalista Laura Capriglione, do Jornalistas Livres, em resistência uma noite depois do atentado a tiros contra o acampamento, que deixou duas pessoas feridas; "Eles estão querendo nos intimidar, e a gente não pode aceitar esse tipo de intimidação", disse o senador; assista

"Decidi dormir aqui para mostrar que fascista algum vai nos intimidar", disse o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), junto com a jornalista Laura Capriglione, do Jornalistas Livres, em resistência uma noite depois do atentado a tiros contra o acampamento, que deixou duas pessoas feridas; "Eles estão querendo nos intimidar, e a gente não pode aceitar esse tipo de intimidação", disse o senador; assista
"Decidi dormir aqui para mostrar que fascista algum vai nos intimidar", disse o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), junto com a jornalista Laura Capriglione, do Jornalistas Livres, em resistência uma noite depois do atentado a tiros contra o acampamento, que deixou duas pessoas feridas; "Eles estão querendo nos intimidar, e a gente não pode aceitar esse tipo de intimidação", disse o senador; assista (Foto: Gisele Federicce)

247 - O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) decidiu dormir no acampamento Marisa Letícia, que defende a liberdade do ex-presidente Lula, em Curitiba, uma noite depois do atentado a tiros que deixou duas pessoas feridas na madrugada deste sábado 28.

"Decidi dormir aqui para mostrar que fascista algum vai nos intimidar", disse Lindbergh, que fez uma live junto com a jornalista Laura Capriglione, do Jornalistas Livres. "O que houve foi muito grave, não é qualquer coisa. Tem uma ascensão neofascista no Brasil", disse o senador. "Eles estão querendo nos intimidar, e a gente não pode aceitar esse tipo de intimidação", completou.

Laura comparou o episódio ao 'Comando de Caça aos Comunistas (CCC)', da época da ditadura militar, quando "pessoas que explodiam bancas de jornal e invadiam peças de teatro à procura de comunistas". "Não é só uma tarefa do PT combater esse tipo de ação", afirmou.

Assista à última live da noite:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247