Lula faz carta de agradecimento aos metalúrgicos do ABC

Ex-presidente Lula escreveu de Curitiba, onde é mantido como preso político, aos metalúrgicos do ABC agradecendo o apoio político e a solidariedade durante o processo de resistência contra a prisão arbitrária decretada por Sergio Moro; Lula enviou, por meio de seus advogados, uma carta de agradecimento ao Sindicato dos Metalúrgico do ABC pelo apoio dos que acreditam em sua inocência e na luta por justiça; na mensagem, Lula diz que o sindicato foi sua escola

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa de evento na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, antes de se entregar à Polícia Federal. 7/04/ 2018. REUTERS/Leonardo Benassatto
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa de evento na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, antes de se entregar à Polícia Federal. 7/04/ 2018. REUTERS/Leonardo Benassatto (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Do blog do Esmael MoraisO ex-presidente Lula escreveu de Curitiba, onde é mantido como preso político, aos metalúrgicos do ABC agradecendo o apoio político e a solidariedade durante o processo de resistência contra a prisão arbitrária decretada pelo juiz Sergio Moro.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou, por meio de seus advogados, uma carta de agradecimento ao Sindicato dos Metalúrgico do ABC pelo apoio dos que acreditam em sua inocência e na luta por justiça. Na mensagem, Lula diz que o sindicato foi sua escola.

Lula passou três dias no sindicato antes de se apresentar à Superintendência da Polícia Federal no último dia 7 de abril para cumprir ordem de prisão do juiz de primeira instância Sérgio Moro. O ex-presidente também escreveu cartas aos petroleiros da FUP e ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra.

Leia a carta na íntegra:

 

O ex-presidente Lula escreveu de Curitiba, onde é mantido como preso político, aos metalúrgicos do ABC agradecendo o apoio político e a solidariedade durante o processo de resistência contra a prisão arbitrária decretada pelo juiz Sergio Moro.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou, por meio de seus advogados, uma carta de agradecimento ao Sindicato dos Metalúrgico do ABC pelo apoio dos que acreditam em sua inocência e na luta por justiça. Na mensagem, Lula diz que o sindicato foi sua escola.

Lula passou três dias no sindicato antes de se apresentar à Superintendência da Polícia Federal no último dia 7 de abril para cumprir ordem de prisão do juiz de primeira instância Sérgio Moro. O ex-presidente também escreveu cartas aos petroleiros da FUP e ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra.

Leia a carta na íntegra:

*Com informações da Agência PT de notícias

*Com informações da Agência PT de notícias

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247