Lula poderá ser transferido para quartel do Exército

Jornalista Esmael Morais destaca nota do colunista Lauro Jardim sobre a possibilidade de Sérgio Moro transferir o ex-presidente Lula de Curitiba onde está preso, para o quartel-general do Exército; "militância petista já informou que se Lula for transferido para o quartel-general da 5ª Região Militar, no bairro Pinheirinho, região Sul da capital paranaense, ela também se transferirá com seu líder. Ou seja, as manifestações continuarão até que o ex-presidente seja libertado", diz Morais

lula
lula (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Do Blog do Esmael Morais - O juiz Sérgio Moro poderá autorizar a transferência do preso político Luiz Inácio Lula da Silva da superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde o ex-presidente da República está preso desde sábado (7), para o quartel-general do Exército.

Segundo o colunista Lauro Jardim, d'O Globo, empresa que apoia o golpe e a violência contra o ex-presidente, o motivo seria que a presença de Lula ali, ou mais precisamente da imprensa e da militância petista e antipetista, está inviabilizando o dia a dia dos policiais na Superintendência.

"A propósito, quando JK foi preso em 1968, ficou preso justamente num quartel, em Niterói", recorda o jornalista.

A militância petista já informou que se Lula for transferido para o quartel-general da 5ª Região Militar, no bairro Pinheirinho, região Sul da capital paranaense, ela também se transferirá com seu líder. Ou seja, as manifestações continuarão até que o ex-presidente seja libertado.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247