'Lula quem estabilizou a economia, não FHC'

A ex-ministra e senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), em pronunciamento no Senado, rebateu o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e exaltou ação do PT em prol da estabilidade econômica do país; segundo a petista, logo no primeiro ano de governo, reafirmou os pressupostos da estabilidade macroeconômica; "Coube ao presidente Lula, ao PT, garantir a estabilidade macroeconômica brasileira", disse

Senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) destaca contribuição do PT para o Plano Real
Senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) destaca contribuição do PT para o Plano Real (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Blog do Esmael - A ex-ministra e senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), em pronunciamento no Senado, rebateu ontem (25) o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e exaltou ação do PT em prol da estabilidade econômica do país.

Segundo a parlamentar, erram duplamente os líderes do PSDB quando tentam negar a contribuição fundamental dos governos do PT para a estabilidade econômica e social do país e quando ignoram que a paternidade do Plano Real pertence ao ex-presidente Itamar Franco o chefe do Executivo que bancou a criação da nova moeda para reduzir a inflação.

Gleisi reagiu aos principais líderes tucanos, incluindo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que a pretexto de comemorar os 20 anos do Plano Real, usaram a tribuna do Congresso para dirigir críticas ao rumo econômico dos governos do PT.

FHC, que era ministro da Fazenda do então presidente Itamar, disse que pediu, sem êxito, o apoio de Lula, que era o principal líder da oposição, ao Plano Real. Gleisi rebateu de bate-pronto lembrando que apoio a governo não é atribuição da oposição. Segundo ela, FHC tenta, na verdade, desmerecer Lula com sua avaliação parcial da história.

A senadora lembrou que nove anos depois do lançamento do Plano Real, Lula assumiu a Presidência e, logo no primeiro ano de governo, reafirmou os pressupostos da estabilidade macroeconômica. "Essa foi a maior contribuição que o governo do PT poderia dar ao Plano Real", afirmou. "Coube ao presidente Lula, ao PT, garantir a estabilidade macroeconômica brasileira", completou.

Na época, a senadora participou do governo de transição. "Tivemos que fazer reajustes nos juros", disse. "Mas não fizemos isso por lei para dizer que era uma iniciativa nossa, nem fizemos nenhum discurso para tentarmos nos apropriar do plano, como estão fazendo agora com o Bolsa Família", assinalou, criticando o projeto de lei de iniciativa do pré-candidato do PSDB à presidência, o senador Aécio Neves (MG), que pretende transformar o Bolsa Família em um programa de Estado.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email